Adaptação em busca de acessibilidade e qualidade de vida

Priorizar empreendimentos adaptados aos deficientes é uma preocupação cada vez mais constante para construtoras e incorporadoras.

Quando o assunto é a compra de um imóvel, muitas questões são levantadas pelos futuros proprietários: quantos quartos são? Tem ou não tem suíte? O banheiro é grande? A cozinha é espaçosa? Perguntas são o que não faltam. Mas, principalmente, quando o comprador precisa que esse espaço seja acessível para um deficiente físico, a pergunta se torna: o imóvel é acessível?

O que essa parcela de interessados quer saber é se a construtora está preocupada com projetos que visam o deficiente físico como, por exemplo, rampas, sanitários adequados e piso tátil. E não só isso, se um portador de necessidades especial quiser adquirir um imóvel, ele poderá viver no empreendimento sem problemas de locomoção e comodidade?

Segundo estatísticas do IBGE, no Brasil, 23,9% da população apresenta algum tipo de deficiência. Além de ser uma ação humanitária e de valor social, o impacto das adequações de acessibilidade na construção no orçamento da obra é mínimo. A variação no custo não chega a 5% quando o prédio é projetado para ser acessível, e o imóvel tende a valorizar cerca de 15% por esse fator.

De fato, desde 2004 o artigo 18 do decreto n° 5296 garante que as novas edificações residenciais multifamiliares atendam às regras de acessibilidade na construção em todas as áreas de uso comum, como salões de festas, portarias e garagens.

Quando se trata de um edifício residencial, empreendimentos acessíveis levam em consideração as áreas de uso comum que devem oferecer fácil acesso, enquanto que, para as unidades habitacionais essa é uma opção facultativa; entretanto, recomenda-se evitar paredes estruturais que dificultem alterações para futuras adaptações. Além disso, nos conjuntos residenciais é obrigatório:

  • Percurso acessível que una as edificações à via pública, aos serviços anexos de uso comum e aos edifícios vizinhos;
  • Rampas ou equipamentos eletromecânicos para vencer os desníveis existentes nas edificações;
  • Circulação nas áreas comuns com largura livre mínima recomendada de 1,50 m e admissível mínima de 1,20 m e inclinação transversal máxima de 2% para pisos internos e máxima de 3% para pisos externos;
  • Elevadores de passageiros em todas as edificações com mais de cinco andares, recomendando-se no projeto a previsão de espaço para instalação de elevador nos de altura inferior;
  • Cabine do elevador e respectiva porta de entrada acessíveis para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida;
  • Prever vaga reservada para veículos conduzindo ou conduzidos por pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida nos estacionamentos;

Ao adquirir um imóvel, certifique-se se ele atende os requisitos de acessibilidade. Esse é um ponto que valoriza não somente o imóvel mas a qualidade de vida da população. Os empreendimentos da Icosaedro possuem acessibilidade total. Você sabia? Conheça mais na aba empreendimentos em nosso site.

Sticky

Sustentabilidade em empreendimentos imobiliários

A construção civil vive uma nova era – desenvolvendo condições favoráveis para a criação e a consolidação de uma visão mais consciente e atenta para as questões ligadas ao meio ambiente e ao impacto de seus empreendimentos nele.

Sustentabilidade continua sendo uma tendência de mercado – tanto por necessidade quando por valor. O consumidor hoje está muito mais preocupado com as condições que seu produto foi produzido ou o seu serviço foi entregue. Esse conceito tem invadido as mais diversas áreas do conhecimento e setores da economia.

Na construção civil, a partir da utilização de novos materiais que gerem o menor impacto possível ao meio ambiente e contribuam para o conforto térmico ou a redução do consumo de energia, não é diferente, e há inúmeros exemplos de novos materiais e tecnologias com essa finalidade.

Edifícios sustentáveis são, portanto, empreendimentos bem planejados, projetados e construídos. São, de fato, melhores que a grande maioria. Contudo, para garantir a sustentabilidade ao longo do ciclo de vida de uma construção, é fundamental que sejam igualmente operados e mantidos adequadamente. Construir de maneira sustentável constituiu um importante primeiro passo.

Empreendimentos que, de fato, são sustentáveis necessitam de certificação que comprovam a prática. Geralmente eles possuem:

• Os benefícios de economia em energia e água chegam a 30%;

• Há redução de custos operacionais e de manutenção;

• Rápido retorno do investimento em tecnologias;

• Os projetos sustentáveis privilegiam o aumento do conforto, do bem estar e da satisfação dos ocupantes;

• No caso de escritórios a produtividade aumenta em até 16%;

A Icosaedro também promove o desenvolvimento sustentável. Acreditamos que o presente pode ser vivido satisfatoriamente, ao mesmo passo em que não prejudique a capacidade do planeta de atender às necessidades das gerações futuras.

Desta forma, a promoção de melhores práticas para novos empreendimentos e bem-estar das pessoas é onde a nossa crença está firmada.

Convidamos você, caro leito, a conhecer melhor nossos empreendimentos. Você pode conferir em nosso site, as obras que já entregamos e as que ainda estão em andamento: empreendimentos Icosaedro

 

Sticky

WhatsApp: um poderoso aliado do corretor de imóveis

A plataforma com mais de 120 milhões de usuários no Brasil tornou-se uma das principais ferramentas de comunicação. O mercado imobiliário também aproveitou a facilidade dessa ferramenta.

A forma como nos comunicamos é constantemente alterada pelas mídias digitais. Essa mudança também influencia nos negócios. O corretor de imóveis, imerso nesse contexto, utiliza os meios onde o seu cliente está. Mais do que estar presente nas mídias digitais, o profissional precisa entender a ferramenta e saber utilizá-la de forma que facilite os seus negócios e os interesses do cliente.

Já falamos em outro momento sobre os aplicativos que todo o corretor deve ter em seu smartphone, caso queira acessar.

É importante lembrar que ninguém quer ficar recebendo promoções o tempo todo. A ferramenta existe para aproximar as pessoas, manter diálogo. O segredo para conseguir alavancar suas vendas está em estabelecer uma relação de confiança com o seu cliente – investir em um relacionamento que garanta resultados positivos para ambos os lados.

A partir dessa ideia, compartilhamos algumas dicas com você:

  • Peça permissão

Não force algo que ainda não existe. Antes de mais nada, construa um relacionamento com o cliente. Se possível, comece esse relacionamento cara a cara – conheça o seu perfil, o que ele deseja e, só então, peça permissão para continuar esse diálogo pela plataforma. Há pessoas que preferem usar o WhatsApp para assuntos estritamente pessoais ou, simplesmente, preferem manter assuntos de negócios “offline”. Respeite! Sempre pergunte antes se esse meio facilitaria para o seu cliente. Se a resposta for positiva, assegure-se de que ele adicionou o seu número corretamente na lista de contatos (explicarei o por quê no item 4).

  • Tenha bom senso

Não inicie uma conversa com o seu cliente em horários impróprios. Muito cedo pela manhã ou em horário de almoço, por exemplo. Algumas pessoas se sentem ofendidas com a falta de consideração e isso pode repercutir negativamente para o seu negócio. Os horários mais recomendados são entre as 10h da manhã e, no meio da tarde, entre às 14h e às 15h em dias úteis. Evite tornar a conversa pessoal demais, ser maçante ao enviar muito conteúdo ou iniciar várias conversas ao longo da semana – lembre-se que o interesse do cliente é o seu interesse. Não o afaste forçando conversas sem propósitos.

  • Tenha apenas um número de WhatsApp

O ideal é você manter um número apenas para os seus clientes e para assuntos de trabalho. Fica mais fácil gerenciar o contato com os clientes e divulgar seu número para os interessados.

  • Crie uma Lista de Transmissão

Existe um recurso no WhatsApp chamado Lista de Transmissão. Com essa ferramenta você pode enviar mensagens, vídeos e imagens para até 256 pessoas ao mesmo tempo. Mas atenção: não abuse desse recurso. Caso contrário você pode se tornar um incômodo para o seu cliente, e não queremos isso. Para ser relevante e oferecer conteúdo que interesse seu cliente, crie categorias e filtre o conteúdo a ser divulgado. Por exemplo: clientes que buscam por apartamento grande com lazer em condomínio, clientes que buscam por sala comercial, etc.

  • Customize o seu conteúdo

Customize e adeque o seu conteúdo. Não use a mesma linguagem, o mesmo texto e a mesma imagem que foi divulgada no Facebook da empresa. Cada mídia tem um propósito diferente, um conceito diferente e uma linguagem diferente. Procure se adequar a mídia e mantenha um diálogo humanizado, sempre buscando ser o mais profissional possível.

Esteja ciente de que a utilização inadequada do WhatsApp pode surtir resultados contrários aos esperados. É uma ferramenta que exige equilíbrio e responsabilidade em seu uso, ainda mais quando em caráter comercial.

Em 2017 mais de 90% dos brasileiros utilizam o aplicativo diariamente, ou seja, facilmente se chega a qualquer tipo de usuário. O importante é sempre lembrar de utilizar as estratégias para oportunizar relacionamentos que beneficiem ambos os interessados.

Até a próxima!

 

Sticky

Juntando dinheiro para comprar um imóvel.

Bons hábitos financeiros, planejamento e uma poupança podem ser grandes aliados na hora de investir em um imóvel.

Algumas manias podem estar atrapalhando que você consiga guardar dinheiro suficiente para comprar o imóvel que almeja. Apesar do valor alto de alguns empreendimentos, com a boa prática dos recursos disponíveis é possível fechar negócio. A seguir enumeramos três dicas que parecem simples mas são hábitos que a maioria das pessoas tem e, se abdicassem destes, alcançariam de forma mais rápida suas metas.

  • Acabar com as dívidas

As dívidas são grandes impulsionadores contra o planejamento de um grande investimento. Uma vez que você compra no crediário ou parcela no cartão de crédito, compromete um valor todos os meses, sem mencionar os juros aplicados em cada parcela que, muitas vezes, não são de conhecimento do comprador.

Se você não tem dinheiro para investir em algo à vista, repense a maneira com a qual você está encarando os seus gastos. Em um país onde o consumidor acaba pagando mais de 10% ao mês em cima de compras que não consegue pagar à vista é preocupante.

O pagamento à vista pode garantir descontos e descarta o acúmulo de juros ao longo dos tempos.

  • Reservas de dinheiro

Ter uma reserva para emergências é essencial, ainda mais quando lidamos com incertezas o tempo todo. Ter uma quantia guardada para esses imprevistos é importante, não apenas para cuidar dos seus interesses sem cair em dívidas ou ter que recorrer a cartões de crédito ou cheque especial, mas também evita ter que mexer em um dinheiro que foi separado para outro investimento, por exemplo.

  • Aplicação sábia do dinheiro

Lembre-se que quanto menor for a sua dívida, menor será o valor gasto com os juros, as parcelas serão reduzidas e o valor delas também. Caso prefira, você pode procurar ajuda para analisar onde poderia investir dinheiro e maximizar seus lucros.

Comprar o próprio imóvel é recompensador mas fazer um bom negócio é ainda mais.

Sticky

Sou corretor iniciante, como prospectar e manter clientes?

Como ser uma autoridade no meu negócio? Aqui estão 5 dicas de como se destacar como corretor de imóveis mesmo não tendo anos de experiência.

O setor imobiliário vive de fases, mas ele é grande e cada vez é mais fácil estar a par desse mercado. Na hora de adquirir um novo empreendimento, o comprador é exigente pois tem a sua disposição inúmeras opções e, a escolha do corretor não foge a essa regra: experiência e recomendação são pontos levados em conta. Então, como competir nesse mercado sendo um corretor iniciante?

  • Entenda do Assunto

Entender e conhecer bem o seu negócio é imprescindível em qualquer área do mercado. Um profissional bem preparado, que participa de cursos e atualizações dificilmente passará por algum caso constrangedor com o cliente. É fundamental entender todas as arestas da função, estar a par do mercado e economia.

O bom corretor consegue prever tendências, sabe indicar e visualizar o melhor negócio para o seu cliente. Aposte também em outras áreas de estudo para complementar o seu trabalho como, por exemplo: marketing, psicologia e economia.

  • Marketing Pessoal

Antes de vender o produto, você precisa saber se vender. Você pode ter o imóvel certo para o cliente, mas as vezes o tom da abordagem coloca todo o negócio a perder. Sempre tenha em mente o tipo de vendedor pelo qual você gostaria de ser atendido se estivesse comprando um imóvel. Seja eficiente mas não apele.

Dedique um tempo para escolher uma boa roupa para apresentação, tenha um cartão de visita com telefone comercial e e-mail atualizado. Os pequenos detalhes não fogem aos olhos do comprador.

  • Seja Profissional e organizado

Mantenha todo o material que precisa mostrar para o cliente em mãos e de forma organizada. Aparentar estar perdido não passa confiança ao comprador e, você pode deixar passar algumas oportunidades por não estar preparado.

Seja acessível ao cliente e deixe ele ciente que você tem interesse nos mesmos interesses que ele. Não o deixe pensar que foi esquecido mas não o pressione para tomar uma decisão. O tempo do cliente deve ser o seu tempo.

Se precisar fazer ligações ou mandar mensagens pelo WhatsApp esteja certo de que o cliente não se importa. Seja direto, não fale mais que o necessário. O contato deve ser humanizado mas não pode fugir da linha comercial.

  • Use o Meio Digital a Seu Favor

A internet dá meios para que você esteja mais preparado para atender o comprador atual. A informação é mais rápida e consequentemente você está mais atualizado das ferramentas e aplicativos para o seu negócio. Agendas, planejadores, fita métrica digital, simuladores diversos, etc, enfim, muitas opções para somar ao seu trabalho.

  • Relacionamento Pós-Venda/ Follow-Up

Tão importante quanto vender um empreendimento é manter um relacionamento pós-venda com o cliente. Mostre interesse em saber se ele ficou satisfeito em todos os processos de compra e se houver alguma resposta negativa, converse para saber onde poderia melhorar.

Experiência por si não mantém e nem prospecta clientes. O trabalho de qualidade, humano e eficiente sim. Dedicação é importante, o sucesso é resultado de vários fatores e sempre há onde melhorar. Boas vendas!

Sticky

Imóveis: Já está na hora de voltar a investir?

O momento ainda é de crise mas a rentabilidade já começa a mostrar melhora e investidores voltam a olhar para o mercado imobiliário.

A previsão de uma boa melhora na economia parece estar marcada para o segundo semestre de 2018 e meados de 2019. O que muda com isso? O mercado imobiliário volta a brilhar aos olhos dos investidores que entendem que o investimento em imóveis tem retorno garantido.

Para os profissionais da área, a queda dos juros deve continuar até o final do ano possibilitando a participação ativa de investidores que geraria valor para fundos já existentes e que até o momento estavam desvalorizados. Logo, o investimento valoriza o setor e o rendimento passa a ser maior.

Na mesma direção, o desemprego que assolou o país nos últimos anos começa a apresentar os primeiros sinais de recuperação. A abertura de vagas no mercado gera ainda mais expectativas para a melhora do setor imobiliário – que é sempre um dos primeiros setores a se recuperar após um período de crise. As vendas de imóveis no mês de agosto, por exemplo, apresentaram um aumento de 59% em comparação às vendas no mesmo mês no ano passado.

Seguimos esperando que essa recuperação, tanto no setor imobiliário, quanto na economia geral do país não se tarde ainda mais. E claro, desejamos ótimos negócios e investimentos a você.

Sticky

Os benefícios de investir em imóveis na planta

O mercado imobiliário passou por mudanças nos últimos anos. Algumas características continuam fortes como, por exemplo, os benefícios em adquirir um imóvel na planta.

Como vimos anteriormente, o investimento em imóveis pode ser o setor que você tem procurado para investir. É um mercado que pode oscilar conforme a economia, porém, é um dos setores que se recupera com maior velocidade após uma crise e compensa mais que outros tipos de investimentos – poupança e títulos, por exemplo.

Nesse artigo, vamos explorar um pouco sobre imóveis na planta e os benefícios nesse tipo de oportunidade. Afinal, o que difere o imóvel na planta dos outros tipos de imóveis?

A começar, a documentação desse tipo de imóvel é menos complicada que outros tipos de imóveis, já que a assinatura envolve uma promessa de compra e venda e não um contrato definitivo. Todo o processo envolve apenas duas partes: a construtora e o proprietário. Não existe a participação de terceiros como no caso do imóvel pronto, que geralmente passa pelo cartório.

Como bônus, o imóvel também nunca foi habitado, o que pode facilitar a vida do proprietário. O imóvel na planta não precisa passar por reformas ou reparos de encanamento ou instalações elétricas. Também, não apresentará uma planta antiquada, desenvolvida para famílias e costumes de décadas atrás. Pelo contrário, costumam ser inovadoras e pensar na comodidade de quem vai morar ali.

Comprando um imóvel na planta, o proprietário ganha maior liberdade e flexibilidade para opinar na customização do seu espaço. É possível determinar o tipo de acabamento, piso, e, em alguns casos, fazer adaptações na área de serviço, cozinha ou banheiro.

Financeiramente, o imóvel na planta também possui vantagens, principalmente para quem prefere planejar seus investimentos de forma mais precisa e com disponibilidade de tempo maior. Por questão do tempo a se esperar para construção e entrega do espaço, existe a possibilidade de parcelar o valor da entrada e planejar os valores intermediários.

Somando aos pontos anteriores, vale lembrar que imóveis comprados na planta costumam gerar maiores lucros em relação aos outros tipos de imóveis. Assim que o apartamento fica pronto, o lucro que seria do construtor passa a ser do investidor.

A Icosaedro preza pela qualidade em seus empreendimentos e investe em inovação e comodidade para a comunidade santamariense. Faça negócios inteligentes e sempre verifique a credibilidade da construtora em questão.

Sticky

ICOSAEDRO: NOVA MARCA

Uma nova marca, uma nova casa. Em constante evolução e criando histórias.

A Icosaedro sempre buscou por inovação e evolução na forma de construir seus empreendimentos. Uma prova disso é a certificação ISO 9001 que garante a qualidade de gestão e a competitividade no mercado, oferecendo sempre as melhores soluções em empreendimentos e a satisfação de nossos clientes.

Ao longo de 15 anos ajudamos a construir muitas histórias, e na vontade de sempre proporcionar algo ainda melhor, a Icosaedro se renovou – mudou de casa e de cara. Porém, o foco é o mesmo: Continuar evoluindo e proporcionar experiências que excedem expectativas.

O melhor de tudo isso é que conseguimos construir e crescer em Santa Maria, criando vínculos de relacionamento e confiança com pessoas que investem aqui.

Anencir Filho, Diretor da Icosaedro.

 

A nova era da Icosaedro como marca e empresa quer transparecer essa assinatura que o nome carrega. A experiência, a dedicação, a cultura de inovação e qualidade.Estamos orgulhosos do nosso trabalho até aqui e certos de que Santa Maria tem capacidade de continuar crescendo em qualidade de vida, ideias inovadoras e sustentáveis. Estamos fazendo a nossa parte.

Você vem conosco?

 

Sticky

Você sabe o que é a certificação 9001?

O modelo assegura a implantação da Gestão da Qualidade em todos os serviços prestados pela empresa, fornecendo ao cliente melhoria constante.

A norma ISO 9001 está relacionada a padronização de um serviço ou produto. No caso da Icosaedro, significa que a empresa está enquadrada dentro do sistema que certifica a Gestão de Qualidade.

A certificação existe, acima de tudo, para assegurar o cliente de que o serviço que ele está comprando segue um padrão de consistência e repetitivo, garantindo qualidade e melhorias constantes dentro do ramo.

Além da padronização que é aplicada com outras normas de funcionamento como saúde pública, meio ambiente e segurança, a certificação conta com 8 princípios básicos. A Icosaedro tem orgulho de estar 100% a par com cada um. São eles:

  • Foco no cliente

O cliente está em primeiro lugar. Para a Icosaedro é fundamental pensar no cliente no processo de planejamento de nossos empreendimentos e em todo o diálogo proposto. Sem nossos clientes não teríamos espaço.

  • Liderança

Nosso time é capacitado para executar todas as atividades estabelecidas. Sempre buscando por atualizações e conhecimento no ramo, tendências e a melhor forma de servirmos a comunidade sem prejudicar o meio natural.

  • Abordagem de processo

Esse ponto está relacionado ao desempenho das atividades executadas pela empresa. Aqui também entra o relacionamento e divisão de trabalhos entre os funcionários e a oferta de recursos para desenvolver o trabalho.

  • Abordagem sistêmica para a gestão

Todos os processos devem ser organizados e avaliados e, para isso, precisam ser sistematizados para que funcionem e mantenham o desempenho esperado.

  • Envolvimento das pessoas

A Icosaedro valoriza cada um que veste a sua camisa. Acreditamos que cada colaborador é um pilar sustentando o negócio – nossa equipe é nosso maior recurso.

  • Melhoria contínua

A equipe se mantém atualizada e atenta a todos os processos. Sempre há algo para aprender e melhorar. A qualidade é sempre o objetivo.

  • Abordagem factual para tomada de decisões

Com o intuito de sempre melhorar, estamos em constante aperfeiçoamento. Com base em indicadores e, auxiliados por uma auditoria, estamos atentos às oportunidades e desafios, sempre em busca de um padrão de gestão de qualidade.

  • Benefícios mútuos nas relações com os fornecedores

Valorizamos a relação que temos com nossos fornecedores, assim os preços e prazos contribuem com a qualidade do serviço.

Por fim, acreditamos que é importante que nosso cliente saiba que estamos comprometidos com o que acreditamos.

A Icosaedro possui nível A de PBQP H. Ou seja, possui garantia do padrão de qualidade de seus empreendimentos, pelo Programa Brasileiro de Qualidade e Produtividade do Habitat, que visa a organização do setor da construção civil em busca da qualidade de vida.

O nosso compromisso é com o futuro. É nele o melhor investimento que você pode fazer.

Continue acompanhando nosso blog para ler mais sobre a Icosaedro e o mercado imobiliário. 

Sticky

Crise econômica: tempo de investir em imóveis

Com a inflação diminuindo e com uma demanda menor que a oferta de imóveis, esse parece ser o melhor momento para investir no setor.

Tempos de crise costumam acompanhar muitas incertezas quando o assunto é investimento. É necessário uma cautela maior na hora de colocar dinheiro quando os números apontam para a escassez. Porém, mesmo em um cenário onde os riscos são grandes, existem oportunidades – basta saber visualizá-las.

O mercado imobiliário no Brasil, ao contrário do mercado imobiliário do Japão, da Europa e dos Estados Unidos, não sofreu com a bolha imobiliária. No caso dos Estados Unidos, onde o colapso foi generalizado, alguns estados como Flórida e Nevada apresentaram quedas de 60% à 80% no valor dos imóveis.

O cenário brasileiro, ao contrário desses países, apresentou problemas diferentes da expansão desenfreada de crédito. A economia sofre a mais dura recessão num período de três anos desde 1990, as taxas de juros subiram vertiginosamente e a confiança de investimentos de empresários caíram. O poder de compra do consumidor está reduzido, o que interfere na demanda por imóveis.

Nosso mercado imobiliário passou por um bom período de valorização nos anos anteriores (2008 a 2012), houve o crescimento nos valores do mercado imobiliário, mas, com esse cenário adverso de recessão, houve mudanças.

Apesar do mercado imobiliário perder o seu poder de crescimento nos últimos anos, o preço dos imóveis não sofreu a queda esperada. É verdade que houveram quedas em algumas regiões, mas, o que se observou é que o preço dos imóveis apenas deixou de crescer – estabilizando-se com variações cíclicas do mercado.

Os períodos de recessão de 2003 e de 2009 foram seguidas por um bom reaquecimento do mercado a medida em que a confiança dos investidores e a economia apresentaram melhoras e o crédito imobiliário voltou a crescer.

Há boas razões para acreditar no reaquecimento do mercado imobiliário. Economistas esperam que a taxa de juros Selic possa chegar a um dígito em breve. A expectativa, que era negativa, é de que o PIB crescesse ao longo do ano presente. Concretizando, há um reflexo na recuperação econômica, na queda de juros e a expansão de crédito resultando no aumento da demanda.

Todavia, esse segundo semestre de 2017 já mostra sinais de que as coisas tendem a melhorar. A inflação começa a diminuir em vários setores e os mesmos começam a aquecer o mercado.

Esse parece ser o cenário ideal para aproveitar e investir em imóveis. Por quê? A oferta é grande comparado a demanda então é o perfeito momento de conseguir adquirir imóveis por preços baixos. Há possibilidades de fazer compras entre 30% e 50% abaixo do valor de anúncio. Em muitos casos o proprietário pode estar com o imóvel vazio, apenas acumulando contas do mesmo, e quer se livrar dessas dívidas.

Mesmo durante a crise o investimento sábio em imóveis é um grande investimento com chances reais de retorno. Se você pretende investir no setor esse pode ser o melhor momento para o fazer. Caso tenha dúvidas de como proceder no momento ou é a primeira vez investindo no mercado imobiliário, procure por profissionais e experientes na área. O retorno é garantido.

Continue acompanhando. Até a próxima!

Sticky
Desenvolvido por IguanaWeb