Monthly Archives maio 2018

5 motivos para investir em Santa Maria hoje

1. Potencial para Investimento Imobiliário (2017)

Santa Maria é a 4ª cidade gaúcha com maior potencial para investimentos no mercado imobiliário, segundo pesquisa divulgada pelo Sindicato da Habitação do Rio Grande do Sul (Secovi-RS).

O estudo se baseou em 15 indicadores econômicos para apontar os municípios que têm demanda forte, média ou fraca por imóveis de padrão alto, médio e baixo. O estudo revela se há público potencial para comprar esses tipos de imóveis, a partir de indicadores como renda per capita, PIB do município e percentuais de domicílios alugados e quitados.

A demanda forte em Santa Maria fica clara ao analisarmos a sua população que é predominante por estudantes, militares, funcionários públicos e idosos.

2. Santa Maria é a 35ª melhor cidade para fazer negócio (2017)

Estudo realizado pela Urban Systems, traz Santa Maria no Ranking das Melhores Cidades para Fazer Negócios. O ranking é calculado através do Índice de Qualidade (IQM), apresentando um recorte dos melhores municípios em infraestrutura, capital humano, desenvolvimento econômico e desenvolvimento social.

3. Santa Maria é a 3ª cidade que mais gerou empregos no Rio Grande do Sul (2017)

Um levantamento divulgado no site do Diário Santa Maria, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), trouxe Santa Maria na 3ª posição de municípios qu emais geraram empregos em 2017. Atrás somente de Gravataí e São Leopoldo o resultado mostra uma recuperação na geração de empregos após os anos afetados pela crise.

 

4. Santa Maria é a 22ª cidade mais inovadora do Brasil (2016)

Em 2016, Santa Maria era uma das cidades com maior campo para inovar no Brasil. Uma cidade com polo universitário e com a localização estratégica no estado, realmente tem muitas chances de ser reconhecida por sua tecnologia e inovação.

Ainda em 2017, o município apareceu em outro ranking nacional, o Connected Smart Cities, que aponta os municípios mais inteligentes do Brasil, ou seja, municípios que fazem melhor proveito dos seus recursos – Cidades inteligentes e eficientes buscam a transformação suprema de uma cidade, por meio da conectividade, ajuda a melhorar a vida das pessoas.

Mais de 500 cidades foram mapeadas e Santa Maria aparece em 81° lugar. Alô investidores!

 

5. Santa Maria está no coração do Rio Grande do Sul

Santa Maria tem uma localização muito privilegiada no estado, o que a torna favorável para diversos tipos de negócios e atividades. O mercado de Santa Maria está sempre aquecido já que boa parte da população reside por alguns anos na cidade e depois vai embora – característica predominante da população estudantil, militar e servidores públicos.

 

Link para as pesquisas:

Connected Smart Cities – Urban Systems

Melhores Cidades para Fazer Negócios – Urban Systems

Sticky

Quero investir em um imóvel na planta. E agora?

Realizar o sonho da casa própria está cada vez mais presente na vida dos brasileiros, e com a flexibilização das políticas de crédito, financiamentos e condições de pagamento que as construtoras oferecem, muitas pessoas podem comprar o seu imóvel na planta e usufruir do novo investimento.

Porém, para investir em um imóvel na planta, é importante verificar algumas questões para que o seu sonho não se torne um problema à margem de questões que podem ser identificadas antes da compra. Pontuamos algumas dicas:

1. Conheça a construtora
Antes de adquirir um imóvel na planta, primeiro você precisa conhecer a construtora ou incorporadora que está realizando este empreendimento. Visitar outros imóveis entregues pela construtora pode ajudar a verificar as informações e entender o padrão de qualidade de suas obras.

2. Valores de parcelas e condições de financiamento
Conheça todos os valores que serão pagos, e verifique se as parcelas cabem no seu bolso do início ao fim, e, se for, preciso peça uma simulação de parcelas até o final do financiamento. Esteja atento a todos os detalhes de seu financiamento, prazos, taxa de juros, etc. É importante que você verifique, antes de assinar o contrato com a construtora, que seu crédito está 100% aprovado pelo banco.

4. Tamanho e localização do imóvel
Faça uma boa reflexão, levando em consideração de que o imóvel será entregue daqui há algum tempo, se o tamanho e a localização do seu novo lar atenderão às suas necessidades futuras.

5. Detalhes do imóvel
Esteja atento a todos os detalhes do imóvel, incluindo os seus diferenciais, para que na entrega do imóvel você tenha a certeza de que realmente está recebendo aquilo que comprou, se for possível, guarde folders e publicidades do empreendimento.

6. Saiba como o imóvel foi construído

Mais do que conhecer a planta baixa do empreendimento, é interessante ficar por dentro do levantamento de todas as medidas existentes na edificação, dos desenho técnicos de todos os trajetos de instalações elétricas, hidráulicas, estrutural, climatização. etc. Documentar a construção do empreendimento é essencial para dar segurança ao proprietário sobre a qualidade do imóvel adquirido e ajudá-lo sempre que houver alguma dúvida sobre um sistema construtivo.

7. Custo de compra
Em média, os imóveis na planta custam 20% a menos do que os imóveis já prontos, além de uma economia de aproximadamente 70% no registro do imóvel. E, apesar de as condições de financiamento serem mais exigentes nesta modalidade, depois de prontos, os imóveis tem uma valorização que pode chegar a quase 100%.

8. Seguro de obra
Os financiamentos de imóveis na planta, exigem das construtoras a aquisição de um seguro que garante a entrega da obra dentro do prazo.

9. Planeje
Aproveite o tempo de construção do imóvel para planejar e sonhar com o seu novo lar. Esse é o momento de escolher os móveis, decoração, e todos os detalhes que irão compor o seu espaço.

Sticky
Desenvolvido por IguanaWeb